Os refrigerantes diet são piores, fazem mais mal que os comuns?

refrigerante 

VERDADE: Quem nunca optou por um alimento diet achando que estava fazendo a melhor escolha do mundo que atire a primeira pedra.

  Os alimentos "diet" são associados muitas vezes à alimentação saudável ou alimentos permitidos em dietas, pois a idéia que se tem, é que eles ajudam na restrição calórica ou que não possuem açúcares e por isso podem ser usados livremente, mas é aí que nos enganamos.

  Esses alimentos foram criados para atender as necessidades de pessoas que tem alguma doença, sendo utilizado geralmente por quem tem diabetes. Mas para que o alimento seja considerado diet ele tem que ser isento de um dos seus componentes, que pode ser, por exemplo, açúcar, gordura ou sal.

  E no caso do refrigerante diet, ele é isento de açúcar, porém a quantidade de sódio encontrada é maior do que no refrigerante tradicional. Isso acontece porque ocorre a utilização de adoçantes na forma de sais em substituição do açúcar tradicional.

  Esses adoçantes além de deixarem o refrigerante diet com mais sódio, fator que pode levar ao surgimento de hipertensão arterial (pressão alta), são substâncias que aumentam o trabalho dos rins e fígado, já que não são absorvidas pelo nosso corpo e precisam ser excretadas de alguma forma, fator que pode levar ao surgimento de alguma doença renal ou hepática.

  Além disso, pesquisas apontam que aqueles que consomem refrigerantes diet todos os dias, correm mais riscos de desenvolver diabetes, hipertensão, e geralmente são pessoas que estão acima do peso, já que a circunferência do abdômen dessas pessoas é maior do que daquelas que não consomem refrigerantes diet.

  Você deve estar se perguntando, então qual é a solução?

  Primeiramente qualquer refrigerante quando consumido em excesso faz mal, já que na maioria deles encontramos muitas calorias, açúcares e até mesmo sódio nas versões diet como vimos no início do texto.

  A saída é substituir refrigerantes primeiramente por água e em segundo plano por um suco de frutas natural.

  Criar o hábito de ler rótulo dos alimentos também é uma boa saída, pois desta forma você consegue analisar se realmente vale a pena substituir o alimento tradicional pelo diet, além de conhecer os ingredientes dos alimentos consumidos.

 

Vale a pena lembrar: Nem sempre um alimento diet é mais saudável do que o alimento tradicional e seu consumo não é livre, já que o consumo destes pode comprometer a nossa saúde.

  Uma alimentação variada com consumo adequado de frutas, verduras e legumes, além da inclusão de alimentos integrais é a solução para quem quer se manter em um peso saudável ou para quem quer ter mais qualidade de vida.


Fale com a nutricionista!!
                                                             m8                                            
Escrito por:
Nutricionista Dayse Menezes
CRN: 34285

 

 
 
  Site Map